Seguro para Condomínios2018-09-17T11:06:22-03:00

Seguro para Condomínios

Seguro que protege o Condomínio da maneira mais completa.

Diferenciais da Genebra Seguros

Trabalhamos com mais de 25 Seguradoras

Proteção para as responsabilidade do Síndico e de Condôminos

Coberturas diferenciadas para elevadores, portões, roubo e arrastões

Assistência 24 horas e rápido atendimento a sinistros

Preço

A partir de R$300 por ano

Você Sabia?

Existem mais de 20 coberturas que podem ser contratadas dentro do seguro para condomínios. Desde vendaval até lucros cessantes e fidelidade de empregados.

Solicitar Cotação

Nome:
E-mail:
Telefone:
Tipo de Condomínio:
Valor em Risco:

Por que a Genebra Seguros?

      A Genebra Seguros é uma corretora de seguros voltada para o mercado Corporativo, entendemos profundamente de Seguros Empresariais, suas coberturas e seus riscos excluídos.

      Entendemos como ninguém dos riscos associados à atividade empresarial. O seguro seguro empresarial possui muitas particularidades, diversas coberturas específicas e cláusulas de exclusão de coberturas. Somos especialistas nesse produto e sabemos como montar o seguro que melhor atenda às suas necessidades.

Seguradoras

      Com o objetivo de proteger o patrimônio de sua empresa, a Genebra selecionou as mais conceituadas seguradoras do mercado, e disponibiliza as coberturas que melhor se enquadram na realidade da sua empresa.

  • AIG

  • Allianz

  • Argo

  • Axa

  • Bradesco

  • Chubb

  • Excelsior

  • Fairfax

  • HDI

  • Investprev

  • Mapfre

  • Mitsui

  • Porto Seguro

  • Sancor

  • Sompo

  • Sul América

  • Sura

  • Swiss Re

  • Tokio Marine

  • Travelers

  • Zurich

  • Liberty

Sobre o Seguro para Condomínios

      O seguro para condomínios é uma modalidade do seguro compreensivo empresarial, seguro que uma única apólice cubra diversos riscos, aos quais a empresa pode estar exposta. Geralmente este seguro compreende, conjuntamente, bens materiais, como equipamentos, mercadorias e móveis, documentos e valores em espécie. As coberturas são específicas para cada tipo de empreendimento, seja de pequeno, médio ou grande porte.

      É comum o seguro empresarial incluir também cobertura de responsabilidade civil decorrente da existência, uso e conservação desses bens, além de indenizações por perda de faturamento e assistência em eventuais emergências do dia-a-dia.

Cobertura Básica

Coberturas Adicionais

  • Vendaval, Granizo, Tornado
  • Desmoronamento
  • Vazamento de Tubulações, Insuficiência de Calhas
  • Danos Elétricos
  • Tumultos

  • Equipamentos Móveis

  • Equipamentos Estacionários

  • Colisão de Veículos Terrestres

  • Colisão de Aeronaves

  • Roubo

  • Equipamentos Eletrônicos

  • Fidelidade de Funcionários

  • Movimentação de Interna de Mercadorias

  • Responsabilidade Civil do Síndico

  • Responsabilidade Civil Empregador

  • Responsabilidade Civil Guarda de Veículos

  • Portões e Elevadores

  • Incêndio em Área Rural

  • Quebra de Vidros

Cobertura Básica – Incêndio

Cobertura contra incêndios de qualquer natureza. No que cabe à queda de raio, esta tem de necessariamente ocorrer dentro da área do terreno ou edifício onde estiverem localizados os bens segurados. E quanto à explosão, refere-se à explosão por gás, desde que ocorrida dentro da área do terreno ou edifício onde estiverem localizados os bens segurados.

Riscos Excluídos da Cobertura de Incêndio

Em geral, são riscos excluídos os incêndios decorrentes de tumultos, atos de guerra, incêndios decorrentes de queimadas em zona rural, incêndios criminosos.

Riscos Excluídos

       Os riscos excluídos variam de conforme as condições gerais de cada seguro. As coberturas adicionais possuem exclusões específicas, de modo que estas devem ser discriminadas claramente nas condições gerais da apólice, já que as indenizações serão pagas de acordo com estas cláusulas. As principais exclusões presentes em contratos de seguro multirrisco são:

  • radiações ionizantes ou de contaminação por radioatividade de qualquer combustível nuclear ou de qualquer resíduo nuclear;
  • perdas ou danos causadas por rebeliões, tumultos, greves e lockouts, ataques terroristas;

    • submissão dos bens segurados a quaisquer processos de tratamento, de aquecimento ou de enxugo;
  • desgaste pelo uso, deterioração, vício próprio e defeito latente;

    • desaparecimento, extravio, furto simples ou estelionato, ainda que, direta ou indiretamente, tenham concorrido para quaisquer perdas dos eventos cobertos;
    • fermentação própria ou combustão espontânea;
  • atos de autoridade pública, salvo aqueles destinados a evitar a propagação de danos cobertos pelas garantias contratadas;

  • atos propositais, negligências, ação ou omissão dolosa do segurado, seus diretores ou de quem em proveito deles atuar;

  • erupção vulcânica, maremoto, enchentes, inundações e outras convulsões da natureza;

Notícias

Perguntas Frequentes

Como Funciona a Depreciação no Seguro Residencial?2019-11-11T11:44:25-03:00

É muito importante ficar atento para a cláusula de apuração de prejuízos, nas condições gerais do seguro residencial. Bens como móveis, computadores e TV’s sofrem depreciação e, caso ocorra algum dano a esses bens, ocorrerá redução no valor pago a título de indenização.

Na Porto Seguro, as condições gerais do seguro residencial (versão de março de 2018, Processo SUSEP – 15414.002288/2005-85) estabelecem o seguinte.

19. APURAÇÃO DOS PREJUÍZOS COBERTURAS DE: INCÊNDIO, EXPLOSÃO E FUMAÇA; DANOS ELÉTRICOS; IMPACTO DE VEÍCULOS TERRESTRES E AÉREOS; VENDAVAL, FURACÃO, CICLONE, TORNADO E QUEDA DE GRANIZO; E ESCRITÓRIO EM RESIDÊNCIA, E SUBTRAÇÃO DE BENS,
Para determinação dos prejuízos indenizáveis, a seguradora tomará por base os seguintes critérios:
a) No caso de edifícios e instalações prediais tomará por base o valor atual, disponível no mercado brasileiro, ou seja, o custo de reposição/reconstrução ao preço corrente, no dia e local do sinistro, menos a depreciação pela idade, uso, estado de conservação e perda tecnológica.
b) No caso de microcomputador, máquinas, móveis e utensílios, eletrodomésticos e demais equipamentos elétricos e eletrônicos, tomará por base o valor atual, ou seja, o custo de reposição ao preço corrente, no dia e local do sinistro, menos a depreciação, conforme tabela do subitem 19.1.
c) No caso de roupas e demais objetos e suas instalações não discriminados na tabela constante do subitem

19.1 tomará por base o valor atual, ou seja, o custo de reposição ao preço corrente, no dia e local do sinistro,
menos a depreciação pela idade, uso, estado de conservação.
19.1 Percentual de depreciação a ser debitado do preço corrente do objeto, no dia e local do sinistro:

O valor referente à depreciação será indenizado se:
– o Limite Máximo de Indenização for suficiente para reposição dos bens no estado de novo;
– o segurado fizer a reposição ou reparo dos bens sinistrados de sua propriedade, através de nota fiscal ou outro documento que comprove sua reposição, por novos e/ou der início à reconstrução do imóvel no prazo máximo de seis meses contados da data de pagamento da indenização fixada para o valor atual. Desde que o Limite Máximo de Indenização seja suficiente.
Em nenhuma hipótese a indenização total poderá ultrapassar a duas vezes o valor indenizável pelo critério do valor
atual.
Importante: A apuração do valor de novo ocorrerá na mesma cidade do local de risco segurado.

Por que fazer um seguro residencial?2019-10-29T16:08:57-03:00

O seguro residencial é muito importante, porque a residência é frequentemente o maior patrimônio de uma família. Incêndios em residências são frequentes e as pessoas que passam por um incêndio e não têm proteção geralmente demoram anos, ou décadas para reconstituir o seu patrimônio.

O seguro para sua casa garante a proteção dos seus bens e da sua família. Essa modalidade oferece diversas coberturas e você pode escolher os serviços mais interessantes e úteis para você. Caso aconteça algo com a sua casa, você não vai precisar tirar dinheiro do seu próprio bolso para arcar com custos relacionados ao prejuízo.

Seguro condomínio cobre os apartamentos?2019-10-29T16:03:59-03:00

Em geral, os seguros de condomínio cobrem os danos ocasionados à estrutura dos aparatamentos, mas não cobrem os danos ao seu conteúdo. Por isso é importante que o condômino contrate o seguro para o seu apartamento.

Há diferenças entre o seguro do seu apartamento e o seguro do condomínio. Há coberturas do seguro condomínio que podem sim ser utilizadas em seu apartamento, mas há algumas restrições. Entretanto, o limite das coberturas adicionais que são destinadas aos condôminos nem sempre são suficientes para ressarcir o prejuízo do morador. O limite máximo de indenização é o mesmo para todos os moradores do condomínio.

Seguro cobre incêndio criminoso?2019-11-11T11:16:19-03:00

O seguro patrimonial, via de regra, cobre os prejuízos decorrentes de incêndio criminoso, desde que estes não sejam decorrentes de guerra, rebelião, ou atos terroristas, e desde que não sejam causados pelo próprio segurado, seus beneficiários, ou representantes.

O seguro auto também cobre os prejuízos decorrentes de incêndio criminoso, desde que estes não sejam decorrentes de tumultos, greves, motins e desde que não sejam causados pelo próprio segurado, seus beneficiários, ou representantes.

É importante salientar que cada seguradora possui uma redação própria das condições gerais e que os riscos cobertos e excluídos variam de seguradora para seguradora. Por isso é importante é a leitura atenta das condições gerais antes da contratação do seguro.

Confira as situações em que o incêndio criminoso é risco excluído no seguro patrimonial.

Confira abaixo o que dizem as condições gerais dos seguros compreensivos, a respeito das circunstâncias em que o incêndio criminoso não está coberto.

CLÁUSULA 3ª – RISCOS EXCLUÍDOS

3.1 Este seguro não garante o interesse do Segurado, com relação aos prejuízos resultantes, direta ou indiretamente, de:

d) atos de hostilidade ou de guerra, rebelião, insurreição, revolução, motim, confisco, nacionalização, destruição ou requisição decorrentes de qualquer ato de autoridade de fato ou de direito, civil ou militar, e, em geral, todo ou qualquer ato ou conseqüência dessas ocorrências, bem como atos praticados por qualquer organização cujas atividades visem a derrubar pela força o governo ou instigar a sua queda, pela perturbação de ordem política e social do país, por meio de guerra revolucionária, subversão e guerrilhas, e, ainda, atos terroristas, cabendo à Seguradora, neste caso, comprovar com documentação hábil, acompanhada de laudo circunstanciado que caracterize a natureza do atentado, independentemente de seu propósito e desde que tenha sido devidamente reconhecido como atentatório à ordem pública pela autoridade pública competente;

e) dano, responsabilidade ou despesa causada por, atribuída a, ou resultante de qualquer arma química, biológica, bioquímica ou eletromagnética, bem como a utilização ou operação como meio de causar prejuízo, de qualquer computador ou programa, sistema ou vírus de computador, ou ainda, de qualquer outro sistema eletrônico;
f) qualquer perda ou destruição ou dano de quaisquer bens materiais ou qualquer prejuízo ou despesa emergente, ou qualquer dano conseqüente de qualquer responsabilidade legal de qualquer natureza, direta ou indiretamente causados por, resultantes de ou para os quais tenham contribuído fissão nuclear, radiações ionizantes, contaminação pela radioatividade de qualquer combustível nuclear,
resíduos nucleares, ou material de armas nucleares;

h) Atos ilícitos dolosos ou por culpa grave equiparável ao dolo praticados pelo segurado, pelo beneficiário ou pelo representante, de um ou de outro.

Confira as situações em que o incêndio criminoso é risco excluído no seguro auto.

Confira abaixo o que dizem as condições gerais do seguro auto, a respeito das circunstâncias em que o incêndio criminoso não está coberto.

9. Prejuízos Não Indenizáveis

9.1. A Seguradora não indenizará prejuízos decorrentes de:

a) perdas ou danos decorrentes direta ou indiretamente de: atos de hostilidade, de terrorismo, de guerra, rebelião, insurreição, revolução, confisco, nacionalização, destruição ou requisição provenientes de qualquer ato de autoridade de fato ou direito, civil ou militar, e em geral todo e qualquer ato ou conseqüência dessas ocorrências;

b) perdas ou danos decorrentes direta ou indiretamente de: tumultos, vandalismo, motins, greves, “lock-out”, e quaisquer outras perturbações de ordem pública;

o) danos decorrentes de atos ilícitos dolosos, ou mediante culpa grave equiparável ao dolo, praticados pelo Segurado, pelo beneficiário ou pelos seus representantes. No caso de pessoa jurídica, esta exclusão aplica-se também aos sócios controladores, aos seus dirigentes e administradores, aos beneficiários e aos seus representantes.

Como funciona seguro obra?2019-10-29T15:24:36-03:00

O seguro funciona para diversos tipos de obra como construção de escolas, residências, hospitais, edifícios residenciais ou comerciais, pontes, viadutos, entre outros.  Além das coberturas básicas, você também pode contratar serviços adicionais que possam comprometer o andamento da construção. As coberturas adicionais podem incluir suporte da seguradora em caso de greves que atrapalhem o andamento da construção, danos materiais após a obra ser finalizada, despesas com emergências devido a acidentes e diversos outros serviços de acordo com as suas necessidades.

O que é seguro de obra?2019-10-29T15:24:15-03:00

É um seguro desenvolvido para garantir a segurança em obras. Oferece proteção para construções desde o início, ou para ampliações e reformas, cobrindo até mesmo danos que podem ser causados a terceiros. O seguro oferece cobertura para problemas que possam ocorrer nas obras, como riscos à construção, como incêndios ou roubos ou por problemas naturais, como chuva de granizo.

O que cobre o seguro patrimonial?2019-10-29T14:59:42-03:00

O seguro patrimonial possui como cobertura básica os danos causados por incêndio, raio e explosão. Podem ser contratadas também dezenas de coberturas adicionais, que vão proteger contra os mais diversos eventos que possam afetar a empresa.

Coberturas adicionais do seguro patrimonial

  • Vendaval, Granizo, Tornado
  • Alagamento e enchente
  • Fidelidade de empregados
  • Desmoronamento
  • Vazamento de Tubulações, Insuficiência de Calhas
  • Danos Elétricos
  • Tumultos
  • Equipamentos Móveis
  • Equipamentos Estacionários
  • Colisão de Veículos Terrestres
  • Colisão de Aeronaves
  • Roubo
  • Equipamentos Eletrônicos
  • Fidelidade de Funcionários
  • Movimentação de Interna de Mercadorias
  • Responsabilidade Civil Operações
  • Responsabilidade Civil Empregador
  • Responsabilidade Civil Guarda de Veículos
  • Pequenas Obras de Engenharia
  • Incêndio em Área Rural
O que é seguro patrimonial?2019-10-29T14:59:13-03:00

É um seguro que protege os bens imóveis contra incidentes que possam causar danos ao imóvel, ou seu conteúdo. O seguro protege empresas de todos os tipos, condomínios e residências contra eventos como incêndio, vendaval, roubo e danos elétricos. Essa modalidade de seguro é responsável por proteger seu patrimônio empresarial e os bens contidos dentro do edifício, tornando seu negócio muito mais seguro.

Como funciona o seguro patrimonial?2019-10-29T14:57:17-03:00

O principal objetivo do seguro patrimonial é oferecer proteção a bens imóveis e seus conteúdos. Para você contratar esse seguro, é preciso analisar quais bens empresariais vão estar dentro da cobertura. Dentro dessa modalidade de seguro, há coberturas contra incêndios, explosões, raios, vendavais, danos elétricos, furtos e roubos. Seu patrimônio vai estar protegido, garantindo mais segurança ao seu negócio.

Por que contratar um seguro empresarial?2019-10-29T14:56:49-03:00

A sua empresa provavelmente reúne boa parte do seu patrimônio e é muito importante proteger esse patrimônio. Caso ocorra algum evento negativo, como um incêndio, ou um roubo, é possível que você passe por dificuldades financeiras.

De acordo com a consultoria Aveco, 80% das empresas que passam por um desastre de grandes proporções fecham as portas em até um ano. Consequentemente, é uma boa decisão possuir um seguro empresarial, que vai proteger você e manter a sua empresa em funcionamento, na ocorrência de um desastre.

Fonte: https://www.bizjournals.com/cincinnati/stories/2004/08/09/focus5.html

Seguro empresarial tem bônus?2019-10-29T14:56:08-03:00

As seguradoras têm o hábito de dar o bônus aos clientes que terminam o contrato sem nenhum sinistro. No entanto, ao contrário do seguro auto, no seguro empresarial não existe uma central de bônus que centraliza as informações de todas as seguradoras. Via de regra, a cada renovação  a seguradora concede um desconto de experiência ao segurado.

Por que ter um seguro empresarial?2019-10-29T14:55:35-03:00

A sua empresa provavelmente reúne boa parte do seu patrimônio. Caso ocorra algum evento negativo, como um incêndio, ou um roubo, é possível que você passe por dificuldades financeiras.

De acordo com a consultoria Aveco, 80% das empresas que passam por um desastre de grandes proporções fecham as portas em até um ano. Consequentemente, é uma boa decisão possuir um seguro empresarial, que vai proteger você e manter a sua empresa em funcionamento, na ocorrência de um desastre.

Fonte: https://www.bizjournals.com/cincinnati/stories/2004/08/09/focus5.html

Quanto custa seguro empresarial?2019-10-29T14:54:36-03:00

O valor do seguro não tem um preço fixo, pois depende do valor das coberturas, do risco da atividade desempenhada pela empresa e também das coberturas escolhidas. Em geral, o custo do seguro inicia em R$500, para estabelecimentos de baixo risco, como escritórios. Estabelecimentos com risco maior, como lojas e restaurantes geralmente pagam a partir de R$1.000. Indústrias de baixa complexidade pagam a partir de R$2.000.

Para grandes riscos, em geral, o custo do seguro é definido pela multiplicação entre a taxa do seguro e a importância segurada.

Por exemplo, uma empresa que tenha patrimônio de R$5.000.000 e seja taxada a 0,1% ao ano, pagará aproximadamente R$5.000 de seguro.

O que um seguro empresarial deve cobrir?2019-10-29T14:53:49-03:00

É importante que o seguro empresarial tenha cobertura para os eventos mais catastróficos que possam afetar um negócio. Os eventos mais comuns estarão amparados pelas seguintes coberturas:

  • Cobertura de incêndio, raio e explosão.
  • Cobertura para danos elétricos.
  • Cobertura para vendaval, furacão, tornado e granizo.
  • Cobertura para roubo e furto.
  • Responsabilidade Civil do Estabelecimento. Cobertura que cobre processos judiciais decorrentes das atividades da empresa.
  • Responsabilidade Civil do Empregador. Cobertura que protege em caso de processos trabalhistas decorrentes de acidente de trabalho.

É importante também que a empresa esteja preparada também para a interrupção de negócios decorrentes desses eventos, que poderá ser protegida pelas coberturas de lucros cessante e pagamento de aluguéis.

Ao todo são dezenas as coberturas que uma empresa pode contratar, é importante avaliar os principais riscos da sua empresa antes de contratar um seguro.

Por que fazer seguro empresarial?2019-10-29T14:53:14-03:00

A sua empresa precisa de segurança e essa modalidade de seguro protege o seu negócio de possíveis riscos que não podem ser previstos, como roubo, incêndios e vendavais. O seguro não impede que tais problemas aconteçam, mas a seguradora vai te dar o suporte possível quando você precisar resolver problemas que atrapalhem seu patrimônio empresarial, de forma a minimizar os efeitos negativos de tais acontecimentos.

Seguro empresarial cobre enchente?2019-10-29T14:52:42-03:00

Devido ao fato de as chances de ocorrer um sinistro serem bem altas, as coberturas para alagamentos e enchentes são um pouco mais difíceis de contratar, mesmo assim, estão previstas as condições gerais de grande parte das seguradoras. Se a cobertura contra enchente tiver sido contratada, a seguradora irá garantir até o limite máximo da indenização contratada. Você irá receber assistência para te ajudar a recuperar os prejuízos decorrentes de entrada de água no seu edifício (se esse incidente tiver ocorrido devido a enchente) e em caso de ruptura nos encanamentos do edifício.

Seguro empresarial o que é?2019-10-29T14:52:13-03:00

É um seguro volta para quem deseja proteger o patrimônio da sua empresa, protegendo o empreendimento do segurado contra diversos riscos que podem afetar seu negócio. Os principais riscos são incêndios, vendavais, enchentes, roubos e acidentes. Esse seguro é uma forma de você proteger o seu negócio e cuidar do bem-estar de seus funcionários.

Como funciona seguro empresarial?2019-10-29T14:51:44-03:00

O objetivo do seguro empresarial é proteger o patrimônio das empresas contra os riscos aos quais elas estão expostas, dando mais segurança e tranquilidade para seus negócios. O seguro é destinado a pessoas físicas e jurídicas, proprietários ou locatários de estabelecimentos comerciais e industriais. Há coberturas diferenciadas de acordo com os serviços escolhidos.

Qual o seguro devo contratar para o empregado que executa trabalho em altura, como andaimes e cadeiras de balancinho?2019-09-18T18:43:17-03:00

O ideal é que você contrate dois seguros.
Seguro de vida com cobertura para invalidez por acidente, esse seguro vai indenizar o seu funcionário caso ele se acidente no trabalho.
Seguro de responsabilidade civil geral com cobertura de responsabilidade civil empregador, essa cobertura vai a indenizar a sua empresa, caso ela venha a ser acionada judicialmente de um acidente de trabalho.

O seguro cobre construções de madeira?2018-10-15T12:31:34-03:00

Algumas seguradoras aceitam construções de madeira mediante aumento na taxa de risco do seguro.

A aceitação do seguro depende diretamente das condições de conservação do local que está sendo segurado, da atividade que é desenvolvida no local e da quantidade de madeira presente na construção.

Qual é a diferença entre o seguro de obras civis em construção e o seguro de responsabilidade civil obras?2018-10-13T19:51:46-03:00

O seguro de responsabilidade civil cobre danos que a obra causa a terceiros, já o seguro de obras cobre os danos materiais à obra. É importante que ambos os seguros sejam contratados para que a obra esteja plenamente protegida.

Quando devo contratar o seguro de obras civis em construção e o seguro de instalação, montagem e desmontagem?2018-10-13T19:38:11-03:00

Caso mais de 25% da obra seja composta por obras civis, que envolvem areia, cimento, brita e concreto, você deverá contratar o seguro de obras civis.

Caso mais de 25% da obra seja composta pela instalação de máquinas e equipamentos que ficarão no local após a finalização da obra, como elevadores, ar condicionado central e máquinas, será necessário contratar o seguro de instalação, montagem e desmontagem.

Como funciona a cobertura para danos físicos decorrentes de erro de projeto?2018-10-13T19:23:45-03:00

A cobertura para erro de projeto indeniza os prejuízos causados pelos danos acidentais decorrentes do erro de projeto. É importante notar que essa cobertura não protege contra erros de projeto que não tenham gerado dano físico acidental, conforme especificado pelas condições gerais abaixo elencadas.

Se estenderá para garantir danos físicos acidentais, ocorridos no local do risco ou canteiro de obras durante a vigência da Apólice, consequentes de erro de projeto às obras civis já construídas ou em construção, excluindo os custos que seriam suportados pelo Segurado para retificar o defeito original, incluindo o transporte, os tributos e despesas afins, se este defeito tivesse sido descoberto antes do sinistro.
Esta cobertura adicional não se aplica às máquinas e equipamentos em montagem.

Quando inicia e quando termina a cobertura do seguro de obras?2018-10-13T19:10:14-03:00

Segundo as condições gerais do seguro de obras da seguradora Travelers,

9.1 – A responsabilidade da Seguradora se inicia às 24h (vinte e quatro horas) da data de início da vigência do seguro constante na Especificação da
Apólice, após a descarga do material Segurado no local do risco ou canteiro de obras.
9.2 – A responsabilidade da Seguradora cessa, em relação às coisas seguradas ou a parte delas, logo que termine o prazo de vigência do seguro ou, durante a vigência, assim que se verifique o primeiro dos seguintes casos:
I. a obra civil e o objeto da instalação e montagem tenham sido aceitos, mesmo que provisoriamente, pelo proprietário da obra, ainda que de forma
parcial – mediante emissão do Certificado de Aceitação Provisória ou Certificado de Aceitação Final;
II. a obra civil e o objeto da instalação e montagem sejam colocados em uso ou operação, ainda que de forma parcial ou em apoio à execução do
projeto segurado;
III. tenha sido efetuada a transmissão de propriedade da coisa segurada;
IV. termine, de qualquer modo, a responsabilidade do Segurado sobre as coisas seguradas;
V. assim que o prazo se esgote, definido no cronograma de eventos submetido à Seguradora, pertinente ao conjunto de atividades envolvendo a coisa segurada.

Por quanto tempo devo contratar o seguro de obras?2018-10-13T19:05:59-03:00

O seguro de obras possui vigência plurianual, equivalente ao prazo de duração da obra. Caso ocorra atraso na execução da obra, é possível realizar endosso para modificação extensão do prazo de vigência da apólice.

Qual valor de cobertura devo contratar no seguro de obras?2018-10-13T19:03:37-03:00

É importante que a importância segurada seja equivalente ao custo total da execução da obra, para que não seja aplicada a cláusula de rateio. Esse montante deve incluir custos com materiais, mão-de-obra, fretes e impostos.

Como funciona a cláusula de rateio no seguro empresarial?2018-08-26T16:59:26-03:00

Caso a importância segurada seja menor que o valor efetivamente em risco, poderá ocorrer rateio na liquidação do sinistro. Por isso é fundamental que a importância segurada seja condizente com o valor efetivamente em risco.

A ocorrência, ou não do rateio depende da forma como o limite máximo de garantia foi contratado. Existem duas formas principais de contratação do Limite Máximo de Garantia:

•   Risco Absoluto. Forma em que não ocorre o rateio. Comum para seguros de pequenos valores e para coberturas acessórias do seguro empresarial.

•   Risco Relativo. Forma que possibilita o rateio, caso o valor em risco apurado seja valor for superior ao valor em risco declarado. Nesse caso a indenização será reduzida na proporção da diferença entre o prêmio pago e aquele que seria efetivamente devido. Geralmente a cobertura para incêndio e lucros cessantes é contratada a primeiro risco relativo.

 

Como funciona a cobertura de fidelidade de empregados?2019-11-08T12:08:36-03:00

A cobertura de fidelidade de empregados é uma cobertura adicional do seguro compreensivo empresarial, ela cobre prejuízos causados por crimes praticados por empregados contra o patrimônio da empresa. É importante notar que o seguro cobre apenas sinistros em que a autoria seja comprovadamente do empregado.

Segue abaixo a redação da cobertura nas condições gerais da Porto Seguro.

33.13 FIDELIDADE DE EMPREGADOS
Garante, até o Limite Máximo de Indenização contratado, os prejuízos que o Segurado venha a sofrer em consequência de quaisquer crimes praticados pelos empregados, contra o seu patrimônio, como definidos no Código Penal Brasileiro.
33.13.1 Para efeitos desta garantia aproveitam-se as seguintes definições:
Empregado – Pessoa física que prestar serviços de natureza não eventual ao Segurado, sob dependência deste e mediante salário, na forma estabelecida pela Consolidação das Leis do Trabalho;
Empregados – Funcionários com vínculo empregatício junto ao segurado, responsáveis penalmente, relacionados nominalmente e no exercício de suas funções;
Patrimônio do Segurado: Valores e bens de propriedade do Segurado ou de terceiros, sob guarda e custódia do Segurado e pelos quais ele seja legalmente responsável;
Sinistro – Ocorrência dos delitos a que se refere o item anterior, representado por evento ou série de eventos contínuos, e praticado por Garantido ou Garantidos coniventes.
33.13.2 EXCLUSÕES ESPECÍFICAS
Além das Exclusões Gerais previstas nas Condições Gerais, estarão excluídos ainda:
a) O valor estimativo de qualquer bem integrante do patrimônio do Segurado;
b) Sinistro que não tenha ocorrido ou não tenha se iniciado durante a vigência da apólice;
c) Sinistro resultante, direta ou indiretamente no todo ou em parte, de ato ilícito ou desonesto de qualquer dirigente do Segurado, ou de seus ascendentes, descendentes ou cônjuge, entendendo-se como dirigente o ocupante de cargo por indicação dos participantes em contrato social ou da assembleia geral, em caráter definitivo, ou não;
d) Sinistros cuja autoria não tenha sido comprovadamente de responsabilidade do Garantido;
e) Esta garantia não se aplica a estabelecimentos ocupados por instituições financeiras, empresas de transporte e/ou guarda de valores, joalherias e similares.

Caso você tenha dúvidas sobre a cobertura, ou deseje contratar um seguro, entre em contato com a Genebra Seguros! Nosso telefone é (51) 3237-7210, ou (11) 3280-3237.

O seguro patrimonial cobre inundação?2017-10-13T14:35:41-03:00

A cobertura básica do seguro patrimonial não cobre inundações. Algumas seguradoras oferecem cobertura adicional para esse tipo de desastre, cuja aceitação varia conforme o risco do local segurado.
Na Porto Seguro, por exemplo, existe uma cobertura chamada “Alagamento/Inundação”, que possui a seguinte redação.

Garante, até o Limite máximo de Indenização contratada, as perdas ou danos materiais causados aos bens descritos nesta apólice diretamente por:
a) Entrada de água nos edifícios provenientes de aguaceiro, tromba de água ou chuva, seja ou não conseqüente da obstrução ou insuficiência de esgotos, galerias pluviais, desaguadouros e similares;
b) Enchentes;
c) Água proveniente de ruptura de encanamentos, reservatórios, canalizações e adutores, desde que não pertençam ao(s) próprio(s) imóvel(s) segurado(s), nem ao edifício do qual seja(m) o(s) imóvel(s) parte integrante.