Seguro Sequestro, Resgate e Extorsão (K&R)

Seguro de cobertura mundial, que garante proteção ao segurado contra sequestro e extorsão. O seguro inclui consultoria especializada em gestão de crises, formada por equipe com experiência internacional, focada na negociação e libertação da vítima.

Consultoria em Gestão de Crises

Desde o início até a resolução da crise, o segurado contará com a assistência de um consultor especializado para auxiliá-lo, muni-lo de informações e prepará-lo para reagir da melhor forma aos eventos inesperados que se desencadearem.

Quem pode contratar

  • Pessoas Físicas

  • Pessoas Jurídicas

Custo do seguro

O seguro custa a partir de R$2.000 por ano O custo do seguro varia conforme o risco da apólice, o número de segurados e as coberturas contratadas.

Pessoas que podem ser incluídas na apólice

O seguro sequestro resgate e extorsão cobre o segurado e sua família:

  • Cônjuges e companheiros

  • Filhos

  • Pais, incluindo padrastos e madrastas

  • Enteados, meio-irmãos e filhos de criação

Cláusula de Sigilo

A Genebra Corretora de Seguros adota procedimentos internos para proteção de todas as informações pertinentes à negociação do seguro sequestro, resgate e extorsão (K&R).

Cotação

Nome:
E-mail:
Telefone:
Observações:

Coberturas

  • Resgate;

  • Extorsão ou Extorsão Mediante Sequestro: Extorsão contra o Segurado, envolvendo ameaça à sua integridade física; Extorsão contra o Segurado, envolvendo ameaça de dano a bens materiais do segurado; Extorsão contra a Empresa, envolvendo ameaça de dano pela divulgação de informações sigilosas e dados eletrônicos;

  • Cárcere Privado do Segurado;

  • Despesas com a entrega do pagamento de resgate;

  • Despesas Médicas, inclusive com psicólogos e fisioterapia;

  • Acidentes Pessoais (morte, invalidez);

  • Despesas com propagandas, prêmios por informações, relações públicas de empresas, objetivando a soltura do sequestrado ou atendendo a negociação de extorsão;

  • Juros de empréstimos tomados para cobrir resgates;

  • Despesas e salários perdidos devido a Detenção ou Prisão em outro país;

  • Despesas com equipamentos de comunicação e gravação, e despesas com negociadores;

  • Risco Político (empresas);

  • Sequestro de qualquer veículo automotor, aeronave ou embarcação em que se encontre o Segurado;

Coberturas Adicionais

  • Abdução infantil

  • Evacuação

  • Ameaça

  • Desaparecimento

  • Sequestro Relâmpago

  • Cárcere por motivação política

  • Adição de empregados temporários, voluntários, alunos e prestadores independentes

História do Seguro Sequestro, Resgate e Extorsão

Entende-se por sequestro a clausura ou detenção ilegal de um indivíduo, privando-o da sua liberdade, contra sua vontade. Os sequestros podem ser realizados por motivos políticos ou ideológicos, mas em sua grande maioria são executados por motivo econômico.

A história de sequestro de motivo financeiro no Brasil é relativamente recente, com data inicial de 1989, com o sequestro de um banqueiro. Logo após ocorreu o sequestro de alguns importantes empresários nacionalmente conhecidos, sendo que nesta época os pedidos de resgate eram astronômicos.

No final da década de 1990 o problema se agravou, ocorrendo uma severa mudança no perfil das pessoas sequestradas, caracterizando a chamada banalização do sequestro. Como as famílias de maior poder aquisitivo estavam cada vez mais cautelosas com a segurança, os sequestradores precisaram mudar de foco, deixando de mirar somente nas famílias ricas, altos executivos e pessoas famosas.

O perfil das vítimas de sequestro mudou de grande para pequenos e médios empresários, além de autoridades governamentais, gerentes de nível médio, famílias da classe média, e turistas. Os valores dos resgates reduziram consideravelmente, em contra partida o número de crimes relacionados aumentou violentamente. Atualmente, o risco de sequestro, infelizmente, é uma realidade no Brasil.