Um dos seguros mais importantes para quem investe no campo é o seguro agrícola. Ele protege os produtores rurais contra riscos externos, como as chuvas, as geadas e mudanças drásticas de temperatura.

Nesse artigo vamos falar tudo sobre o seguro agrícola, abordando o seu conceito, benefícios, para quem ele é indicado e quais as suas coberturas. Dessa forma você poderá decidir se o produto é indicado para proteger os seus interesses.

Para que serve o seguro agrícola

Um dos setores mais lucrativos da economia é o da produção rural. Todos os anos são produzidos bilhões de reais em receita, com distribuição de produtos no território nacional e internacional. Exportamos grandes volumes de mercadoria, para diversos países.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a produção agrícola brasileira atingiu o recorde de R$ 343,5 bilhões no ano de 2018. O valor foi 8,3% superior ao obtido no período anterior.

Ao mesmo tempo, a perda anual devida à fatores extremos, como as geadas, as enchentes e a seca, é de aproximadamente R$11 bilhões. Isso significa que esse segmento está sujeito a uma série de riscos, que podem afetar o rendimento dos produtores.

O seguro agrícola serve justamente para proteger os produtores, evitando prejuízos consideráveis em razão de fatores que não podem ser controlados. A sua contratação é uma forma de garantir a viabilidade do empreendimento.

Quem pode contratar o seguro agrícola

O seguro agrícola é indicado para todos os produtores rurais. Isso inclui os agricultores, os pecuaristas e outros empreendedores desse segmento, que lidam diariamente com a produção no meio rural.

Por se tratar de um produto de proteção, o seguro agrícola pode beneficiar empresas de todos os tamanhos, das mais pequenas até as maiores. Afinal de contas, todos os produtores estão sujeitos aos riscos externos, que podem gerar perdas financeiras.

Para os pequenos produtores, o governo oferece uma subvenção, que pode tornar o seguro muito mais barato. Dessa forma, o produtor paga apenas uma parcela do valor do seguro, garantindo a proteção completa.

Benefícios do seguro agrícola

Ao contratar o seguro agrícola, o agricultor se protege contra uma grande variedade de sinistros. Além de receber uma indenização em caso de perda da colheita, o segurado consegue se prevenir de riscos patrimoniais.

Por exemplo, um dos aspectos mais relevantes do seguro é a renda mínima, garantida até a próxima colheita. Dessa forma, em caso de danos que afetem o resultado, o segurado recebe um valor para se manter até que a situação se normalize.

Como é definido o valor do seguro

Se o produtor rural sofrer perdas em sua produção, poderá acionar a seguradora, para aproveitar os benefícios do seguro agrícola. O valor pago ao segurado, no entanto, vai depender de alguns fatores.

O cálculo é realizado com base no índice de produtividade da cultura no município, fornecido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como contratar o seguro agrícola

Essas são as principais informações sobre o seguro agrícola, uma modalidade de seguro que protege o trabalhador rural. Para contratar, o primeiro passo é fazer uma cotação, para conhecer as proteções e valor da sua apólice.

Para quem atua no meio rural, esse seguro é de grande ajuda. Ele garante a continuidade da atividade, mesmo em momentos de crise, gerados por fatores externos, que podem afetar substancialmente os rendimentos.